Igreja de Fontarcada

Templo românico do séc. XIII, constitui uma admirável unidade arquitectónica decorativa e simbólica, das austeras tradições beneditinas, representadas pelo ramo de Cister aos explendores de Cluny. Perfeito exemplar do românico tardio do Minho, tanto no seu interior como exterior, destaca-se a sua riqueza iconográfica, com realce para os símbolos que indicam a presença de Deus. Segundo José Carlos Leite, o Mosteiro de Fontarcada situa-se num lugar em pleno meio rural, paisagísticamente belo, de modo a oferecer o isolamento propício à contemplação. As particularidades que a caracterizam são: a nave proporcionalmente mais alta do que o normal e uma ampla e alta capela-mor com uma espacialidade nova e razoável luminosidade, um portal axial com colunas finas, prismáticas e redondas assentes sobre alta sapata corrida e o tipo de representação do Agnus Dei no tímpano. A capela-mor é um excelente exemplo da força e riqueza do românico. Em 1910 o Mosteiro de Fontarcada é classificado como monumento nacional. © autocaravanista.blogs.sapo.pt

Românico

Arquitectura

XIII

Século

Outras sugestões Aproveite para visitar