Convento de Ganfei

Arquitectura religiosa românica e barroca. Albergou durante várias centúrias uma importante comunidade beneditina. Uma igreja notável, no seu interior as relíquias e o túmulo do beato São Ganfei. As primeiras fundações remontarão provavelmente ao séc. VII A fundação do mosteiro foi feita no período visigótico, provavelmente no século XII, o Convento de São Salvador de Ganfei albergou durante várias centúrias uma importante comunidade beneditina, sendo a partir do século XVI padroado dos Marqueses de Vila Real. Segundo uma inscrição no claustro o mosteiro foi destruído no ano 1000 pelo chefe árabe Almançor, sendo reconstruído em 1018 sob o patrocínio de Ganfried ou Ganfei, um cavaleiro francês que se tornou um santo, derivando do seu nome o nome da povoação e do mosteiro. Nos séculos XVII e XVIII o complexo conventual foi objecto de inúmeras campanhas de obras, que alteraram de forma definitiva a estrutura original. A construção do claustro iniciou-se em 1632 (ROSAS, 1991, p. 324), na mesma época em que se encetaram obras de reparação na fachada do templo conventual. O templo é constituído por três naves e quatro tramos, sem transepto saliente e cobertura de madeira, assente sobre pilares rectangulares que se ligam ás naves laterais por arcos de descarga. A destruição da fachada não preservou nada da escultura do portal. A cabeceira, inicialmente tripartida, era constituída por uma ábside semicircular, hoje setecentista e rectangular, e dois absidíolos de planta idêntica. © visitvalenca.com

Românica

Arquitectura

VII

Século

Outras sugestões Aproveite para visitar